domingo, 5 de outubro de 2008

The cristianism darkness and blindness




Uma Reflexão Sobre Nossa Visão Comum. Leia Mt 25.31-44
_________________________________________________________
ce.guei.ra
sf (cego+eira) 1 Falta de vista; estado do que é cego; incapacidade de ver; ablepsia. 2 Ignorância. 3 Obcecação, fanatismo. 4 Extrema afeição a alguém ou alguma coisa. 5 Perturbação, desvairamento. C. diurna: V nictalopia. C. noturna: V hemeralopia. C. verbal: incapacidade de reconhecer palavras escritas como símbolos de idéias.

ce.go
adj (lat caecu) 1 Que não vê. 2 Alucinado. 3 Desvairado. 4 Que atua sem discernimento. 5 Entulhado, entupido, obliterado, obscuro. 6 Que não é traspassante; com abertura somente em uma extremidade ou face: Furo cego. 7 Apagado, indistinto. 8 Sem fio ou gume. 9 Que se desata com dificuldade: Nó cego. 10 Escuro, tenebroso. sm 1 Homem que não vê. 2 Intestino cego, bolso intestinal; ceco.

es.cu.ri.dão
sf (escuro+suf lat itudine) 1 Qualidade de ser escuro ou sombrio. 2 O fim do crepúsculo: Daqui a pouco é escuridão. 3 Cegueira. 4 Cegueira moral ou intelectual. 5 A morte, a sepultura. 6 Dor profunda, grande tristeza. Antôn (acepções 1 e 2): claridade.
Extraido do dicionario Michaelis
_________________________________________________________

"Ó quão cego andei
e perdido vaguei
longe longe do meu Salvador..."
Cantor Cristão

Outro dia, conversando com uma amada amiga de tempos de novo convertido, surgiu o assunto de "Conhecer a Deus e prosseguir em conhecê-lo".
Comecei a expor que o que entendo por "conhecer a Deus" não é apenas erguer minhas mãos e chorar em um culto de segunda-feira e passar a andar de vigília em vigília, buscando o 'poder de Deus' como um fim em si mesmo, pois isso acaba tornando-se um círculo vicioso. E se não tivermos cuidado, passamos a buscar na verdade as manifestações espirituais ao invés do Espirito Manifestador.
E posso falar sobre este assunto com muita prioridade, pois passei cerca de 6 anos (ou mais) "correndo atrás do próprio rabo" (como aqueles cachorros em Vídeo Cassetada).

Tentei expor, ainda ,que não dá pra crer no 'transbordar do espirito' e no "encher do poder" em minha vida, mas eu utilizar todo este "dinamus" (Poder explosivo de Deus, expressivo, detonador) apenas na congregação dos santos.
Além disso, expliquei que fica difícil entender um cristianismo que obtém em suas mãos toda capacitação de Deus para pescar vidas em mar aberto, mas utiliza todo este potencial em aquários.
(como já disse vivi anos assim)

Em suas palavras ela dizia que não sabia o que 'tinham' feito comigo, porque sempre fui de levantar no meio do povo de Deus e profetizar, mas agora eu estava diferente e 'quem fizera isso comigo pagaria um grande preço'.

Tentei convencê-la de que eu havia amadurecido na fé e na graça e que continuo sendo um profeta, mas agora denuncio minhas próprias hipocrisias e daqueles que se chamam filhos de Deus, e que precisamos de um puxão de orelha às vezes. ((Tu me amas, Pedro?))
Mas, sem que eu tivesse essa oportunidade de compartilhar o frescor desse pão tão maravilhoso, fui privado de lhe abrir meu coração com uma frase,"olha, eu não quero mais falar nisso".

Sei que não sou perfeito em minhas concepções, mas com muita inquietação e suspiros descrevo este episódio e imagino que ainda hoje no céus deve estar ecoando aquela velha-nova pergunta:
" a quem enviarei e quem há de ir por nós? "

E como diz uma música conhecida:
"Faltou luz, mas era dia"
O que sobrou do céu - O Rappa
(estamos em plena época da Graça, mas falta Luz)

Onde está a nossa Luz??
"Como enxergarão, se não há quem lhes mostre a luz?"

Vejo que criamos um gueto religioso, numa Jerusalém moderna, numa redoma, numa bolha plastica, e privamos as pessoas de ver nossa Luz resplandecer para nos mostrarmos como referências implantadas por Deus, carvalhos de justiça, Sal e Luz.
Afinal, onde está toda nossa 'visão Espiritual'? Apenas nos anjos e em suas carruagens ou no quebrantado e contrito? Apenas nas espadas de fogo ou nos meninos e meninas que são abusados nas ruas por não terem casa e que morrem de fome e frio ?

Acho que desaprendemos que ficar em Jerusalém é somente "até que sejais revestidos de poder". Estamos cometendo os mesmos erros que os apóstolos, que queriam ficar em Jerusalém ao invés de obedecer a Comissão de Cristo de ir por todas as tribos e nações anunciar o Evangelho como uma Mensagem de Vida. Estamos nos trancando em nós mesmos.

" A igreja não é a seara do mundo, o mundo é a seara da Igreja "
(adaptado do texto de John Wesley)

Até quando ficaremos parados, vendo as pessoas afastarem-se cada vez mais de Deus?
A Luz inibe apenas por ser Luz, nada faz além de ser o que é. A Luz traz às claras coisas escondidas; a Luz faz notório que havia escuridão. Onde está nossa Luz, amigos?
Parece que a luz na verdade viveu tanto para si que por fim se apagou, como vela que queima sua chama e, colocada debaixo de uma mesa, não se vê sua luz, passa-se o tempo e a cera que mantém a vida útil da vela se acaba. Então fica uma pergunta: " para que serviu aquela vela?"
Estamos insensíveis, pensando apenas em guardar Deus para nós e encaixotá-lo. Quando queremos usufluir de suas manifestações, o invocamos, mas quando Ele nos chama, tapamos nossos ouvidos. Cegos pelo "poder" e escurecidos pela nossa "luz".
Será que somos o reflexo de Deus para os perdidos?
Há Muito Sal no Saleiro. Acho que é o momento oportuno de temperar nossos arredores e levar novo sentido à Sociedade que tem sido tão insípida.

Espero que, afinal, minha "voz profética" não tenha emudecido, mas que tenha ganhado uma entonação mais grave.
Pai, ajuda-nos a sempre ficar com os olhos fitos em Ti em nome de seu filho Jesus. Amém



"...para que sejam minhas testemunhas..."

Mateus 5
13 ¶ Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.
14 Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;
15 Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa.
16 Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.


Deixo claro que creio profundamente de todo meu coração nos Dons
Espirituais dados Pelo Espírito Santo, mas não me isento da Responsabilidade de
Produzir os Frutos do Espírito em Cristo (João 15 e Galatas 5). Deixo claro que
também sou a favor de buscar Deus nas madrugadas, mas que tal buscar os
perdidos também?



Creio que conhecer o Senhor e prosseguir em conhece-lo é não ficar estaguinado em apenas orar numa reunião de oração, mas é também como complemento servir ao próximo.

4 comentários:

Paty disse...

Que essas "nossas" palavras (para quem pensa dessa maneira) sejam realmente acompanhadas por ações concretas... conhecê-lo, prosseguir em conhecê-lo, fazê-lo conhecido (soou meio Jocum, não é?). Devemos amadurecer, sim, mas que esse amadurecimento venha com a coerência, em nome de Jesus! Vamos conhecê-lo, sim, para que Ele seja conhecido pela minha família, na casa do meu vizinho, na minha rua, no meu bairro, na minha cidade, nesse brasilzão e até aos confins da terra. Vamos agir para a Glória de Deus!

...Wilkerson disse...

Queridão!!!!! Como você está?? Como sempre arrasando com maravilhosos textos! Deus o abençoe! Não pude deixar de notar o grande tom de indignação que denota em seu texto: "o Cristianismo escuro e cego". Do início ao fim.... Isso me fez lembrar que em Romanos 12:2 está escrito: "Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito". Será que a visão estabelecida hoje nas questões espirituais nos trazem falsos valores? Essa busca árdua relatada no texto é direcionada ao egocentrismo espiritual? Qual o resultado disto?
Entendo que tudo acontece pela renovação do nosso espírito... É onde acontece a transformação. E esse enxer do poder de Deus um dia ransborda e atinge tudo e todos ao seu redor. Fiquei mais aliviado ao interpretar que você direciona esta visão em "O Cristianismo escuro e cego" aos que vivem na zona de acomodação e conforto espiritual também referida no texto "A ESTATUA DA LIBERDADE E O CRISTO REDENTOR" em que vemos uma igreja limitada a quatro paredes. Não foi O Senhor Nosso Deus que nos Ordenou: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura"? (Marcos 16: 15)
Temos visto olhos espirtuais vendados, bocas amordaçadas, ouvidos tapados (nao reconhecem mais a voz de Deus), mãos e pés atados... Não alcança-se os que estão a beira do abismo! O mundo perece facilmente sem Deus.
Estas igrejas estarão perante o Senhor naquele dia! e tudo passará pelo fogo. O que sobreviverá a ele?

Grande abraço Amigo
sinto saudades!
Amo-te irmão!
WILL

Rafaelle Sena disse...

Tom, que lindinhooo! Amei o textoo! MEu, o que vc disse é o que eu sei sobre "movimentos"... que fazem mtas igrejas cheias de pessoas vazias de Deus... Que buscam só o que tá na moda... O que é emocionante... Mas a própria Palavra de Deus diz que nosso culto deve ser RACIONAL! E isso requer uma vida intensa com Deus fora dos cultos emocionantes... Oração, leitura bíblica, pregar o evangelho, ou seja, crescimento espiritual, em busca de santidade. Isso é culto racional. É com isso que Deus se agrada! Que nós possamos deixar pra lá a "vida cristã" com base nas emoções apenas... Mas que aprendamos todos os dias a prestar um culto racional a Deus e vivamos em obediência, em busca da santidade. Assim, será nítida a luz de Cristo em nós! Em nome de Jesus.

Thiago disse...

Ei, irmaozão.... "...para que sejam minhas testemunhas..." ...

Admiro muito o estudo dicionarizado das palavras. Descobrimos valores que intensificam seu poder, tornando-as agente de ação.

=] .. Você é ótemo.. Te admiro mto, hein?!